sábado, 23 de janeiro de 2016

Morrer lentamente

Estava a ler um livro (sim leram bem, em vez de ficar a corrigir trabalhos durante a natação da Mar estive a ler) e deparei-me com esta página. Dei razão e...depois pensei...fogo estou a morrer lentamente.

6 comentários:

  1. Depois de ler isto, também chego rapidamente à conclusão que estou a morrer lentamente. Sobretudo na área do trabalho, às vezes, apetece-me virar a mesa mas sei que tenho uma família, tenho contas para pagar e arranjar um novo emprego não seria nada fácil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendo perfeitamente...tb tenho um caso idêntico na família...não é fácil

      Eliminar
  2. Ao ler esse texto revi-me faz um ano e picos......Que me encontrava desse modo , tive que descer ao abismo para perceber o meu eu..... Deixei 22 de anos de trabalho sem nada , num período em que é difícil um trabalho, tanto sofrimento , desilusão, cheguei ao fundo no meio da escuridão apareceu um anjo .....E hoje amo-me mais e estou a procurar e a descobrir o que perdi durante tantos anos!....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh...que história comovente. Tudo está bem qd termina bem. Tudo de bom

      Eliminar
  3. E eu já morri umas tantas vezes.

    ResponderEliminar

Aqui pode comentar o que leu.
Obrigada e Felicidades!