segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Doce de figo...em stock

A Mar adora doce de figo. A avó apanha os figos e faz-lhe a vontade (todos os anos nesta altura). Costumamos trazer os frasquinhos para casa à medida que vão acabando. Este ano a avó mandou o stock de doce (dentro de um baldo...muito chique..ehehe) todo e eu ia caindo para o lado. A Mar bateu palminhas. Fui congelá-lo evitando deste modo pequenos pontinhos de bolor que tendem a aparecer quando não consumimos logo logo.
A avó é fofinha fiz ela.

sábado, 19 de setembro de 2015

Fez ontem 7 anos...

...que fui mãe pela primeira vez...passou num ápice.

Palavras para quê?...

Adoro-te filhota doce.

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Em modo cortar...

Por aqui andamos em modo "cortar".
...........
Setembro cheira a....
....sala nova e branquinha.
... materiais de todas as cores.
... novas rotinas.
... conquistas.
... sol e chuva.
... papéis e colas.
... risos e choros.
... maçãs e uvas.
... cansaço e alegrias.

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Do que a vida me ensina #7

A palavra vale prata, mas o silêncio vale ouro.
Ui tão verdade...
A vida ensinou-me mas acho que ainda não aprendi muito bem a pôr em prática.
Falo muito....

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Lisboa

Tento, por concurso, aproximar o meu emprego da minha casa, da minha família,...e consigo!

Depois vou a Lx "passar a pasta" e quando estou em plena Av. da República dá-me uma nostalgia, uma saudade daquela cidade que me empregou 12 meses. Nunca pensei sentir saudades de Lx pois antigamente quando lá punha os pés sentia-me muito mail (dores de cabeça que só passavam com a noite de sono). Isso deixou de acontecer...

Vai tudo correr bem, eu sei que sim, espero que sim!

sábado, 12 de setembro de 2015

Em busca da trituradora perdida

No outro dia desapareceu (literalmente) o copinho da bimby e agora foi-se a trituradora (aquela peça de baixo que a parte do motor encontro-a).

Das duas uma: ou ando a dormir em pé e meto tudo ao lixo (é bem provável) ou entram "ratos" em minha casa que gostam de tudo o que faça sopa.

Onde está a fábrica?

A minha Sal é um poço de energia. Ela salta, corre, brinca, corre, salta, brinca,... E chega à noite continua com energia para dar e vender. Adormecer com calma e tranquilidade é algo que não a assiste...

Eu pergunto:
- Onde está a fábrica de energia?

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Detesto mentiras

A política não é o meu forte, assim como não é mudar um pneu.  Não percebo nada de política mas não acreditava no que todos dizem: "são todos iguais". Pensei que alguns fossem diferentes.

Há uma coisa de que tenho a certeza...mentir é feio, muito feio. Prejudica os inocentes e isso é feio, muito feio. E grave.


Detesto mentiras.


sábado, 5 de setembro de 2015

Muito grata

Passámos à praia, para ver e cheirar o mar. Sal no óó e nós na conversa...soube bem.

Fomos buscar a Mar, que esteve nos avós de férias. O reencontro delas foi como vêem na foto...encantador. A Sal dava saltinhos dw contentamento.

A minha "bolhinha de sangue" já foi tirada...foi para análise. Tudo correrá bem...acredito que sim.

Um novo ano letivo começará em breve. Estou colocada perto de casa, numa escola onde conheço algumas colegas...tão bom. Por outro lado a antiga turma terá outro professor...nova adaptação. Tudo correrá bem...acredito que sim.

Muito grata! Boa noite estrelinha!

Álbuns

Há muito que tinha fotos para organizar em álbuns. Ontem estive um bocadinho sozinha em casa, no escritório, a reviver e organizar.
Foi tão bom, mas tão bom.
Ainda vou nos primeiros meses de 2012. Ainda me falta muito. Acho que a partir de fins desse ano não tenho nada impresso.
A pouco e pouco oriento-me. Assim espero.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Um dia destralho #8

Melissas rasgadas (lixo);
Saquinho de um chapéu de chuva que já nem existe (lixo);
Soutiens (2) que não me servem e estavam em bom estado (dei);
Umas calças que me ficam grandes..iu loucura (dei);
Fita de túnica que nunca uso com este acessório (lixo);
Calças que não me servem e duvido que alguma vez me fiquem bem (dei);
Roupas da Sal que não servem e que não tenciono guardar (dei);

Setembro é um mês de graaaandes mudanças, grandes reviravoltas e muita organizaçao (tem de ser para que tudo corra pelo melhor). Quando tenho um tempinho gosto dos destralhes. Gosto da minha casa limpa (óbvio) e organizada. Quando tenho coisas que não faço uso é tralha. Apesar de adorar destralhar tenho dificuldade nalgumas peças pois acho semore que posso vir a precisar.

Sou só eu quem acha que o mês de setembro é propício a destralhe?

Do que a vida me ensina #6

A vida ensinou-me que mais tarde ou mais cedo as más pessoas serão castigadas! Pode demorar mas serão!

Mas a vida também me ensinou que as boas pessoas serão recompensadas! Pode demorar mas serão!

terça-feira, 1 de setembro de 2015

Que faço eu no centro de saúde?

Aguardo atendimento uma vez que tenho o dedo (do pé) queimado, inchado, roxo e preto.
Ah...também tenho muita dificuldade em andar.

Porquê?
Porque o ferro de engomar (ligado) caiu em cima do meu pé a uma altura considerável...1metro talvez.

E é assim...

Estou nesta fase....que nervos!


Eu sou uma viciada em gelados,  admito! Este ano fomos algumas vezes a uma gelataria de-li-ci-o-sa! Aqui é demais minha gente! Ela tem gelados de todos os sabores possíveis e imaginários mas o de caramelo e flor de sal é o melhor!!! Também sou fã do de papaia, côco e do de After Eigth.

Olá setembro

Olá mês das grandes mudanças na minha vida!
Vamos ver como corre setembro este ano, espero que lindamente.
O do ano passado foi de "loucos", mesmo! Estava a ver que falecia de cansaço!

Amanhã espera-me um dia cheio de incertezas, coisas por determinar,... não consigo dormir!
A Sal vai para a creche, eu mudarei de local de trabalho,... é muita mudança num só dia!
A Margarida este ano também "sofrerá" mudanças nos seus horários, se Deus quiser!
Há pouco estava a engomar e deixei o ferro cair em cima do pé. Conclusão: dedo ferido, queimado, inchado, dorido,... O ano passado parti o mindinho em outubro.

Mês das vindimas, da festa na terra da minha mãe, do aniversário da minha filha mais velha, de conhecer uma turma nova e novos colegas de trabalho.
Este é o mês de voltar às rotinas e de me habituar a novas que surgirão!

Anjinhos do céu enviem uma nuvem cheia de coragem aqui para a "janota", please!