sexta-feira, 19 de setembro de 2014

já passaram seis anos...

...desde que nasceste...minha doce e querida Margarida!

Nasceste sem que contássemos contigo naquele dia... ainda era cedo afinal, mas a marota da t.a. envelheceu a placenta! Quando te vi daquele tamanhinho chorei, chorei e todos os anos neste dia repete-se o cenário...uma nostalgia e medo apoderam-se de mim... O dia de hoje não foi exeção... foi um dia de turbilhão de emoções. Durmo pouco, vivo sobrevivo muito para conseguir preparar as coisinhas para a tua festinha, ao mesmo tempo que tento orientar-me na escola pois com as colocações tardias o trabalho acumula todo!

Já estás crescida e ao mesmo tempo continuas a ser o meu bebé! Tens tanto de doce e calma como de teimosa! Levas-me às lágrimas de orgulho e felicidade em tantos aspetos! Arrancas-me lágrimas de preocupação quando não falas o que sentes. 

Ser mãe parece fácil e lindo mas digo-vos que pode ser muito difícil e preocupante. Se compensa? Claro que sim!

Querida filha desejo-te que corra tudo pelo melhor pela tua vida fora! Quero muito que sejas Feliz (muito de preferência).




4 comentários:

  1. Acredito que se tenha a sensação de que o tempo voa, mas há coisas que nunca mudam no coração de uma mãe*

    parabéns à filhota!

    ResponderEliminar
  2. parabéns à minha homónima :)
    ela não mudou muito as feições. é uma menina linda.

    ResponderEliminar

Aqui pode comentar o que leu.
Obrigada e Felicidades!